Home    |    Contato    

Desenvolvido por
www.tudodeauto.com.br
Soluções Inteligentes

/ ARTIGOS

Tudo sobre tubarões


Onde vivem os tubarões?

 

Foto: DCL


Habitat

A grande diversidade de tubarões se reflete em sua distribuição ao redor do mundo. Os tubarões se adaptaram e conseguiram ocupar diversos ecossistemas marinhos em todos os continentes. São encontrados em mar aberto e em lagunas de coral, em pântanos de mangue, estuários de rios e mares pouco profundos. Algumas espécies de tubarões também frequentam regularmente águas doces; sabe-se que o tubarão-cabeça-chata , por exemplo, pode viajar cerca de três mil quilômetros subindo a correnteza do Rio Amazonas.

Muita gente pensa que os tubarões se limitam às águas mais quentes. Algumas espécies mais conhecidas, como o tubarão-tigre, realmente se adaptam melhor à temperatura cálida dos mares tropicais, mas também já foram encontrados nas águas geladas do Atlântico norte, nos arredores da costa da Islândia. Entretanto, uma ampla variedade de tubarões prefere águas mais frias, incluindo o famoso tubarão branco. Onde quer que você more, é muito provável que exista alguma espécie de tubarão no litoral mais próximo de sua cidade.

 O que os tubarões comem?

Foto:NHPA

Dieta

É fácil ser enganado pela popular imagem do tubarão como predador voraz. Apesar de algumas espécies de tubarões atacarem e devorarem presas maiores, como focas e golfinhos, a maioria dos tubarões se alimenta de outras fontes de alimentos, incluindo plâncton e moluscos. É o caso do tubarão-baleia, ironicamente, o maior tubarão de todos. Sua dieta se baseia exclusivamente em plâncton e peixes pequenos, enquanto caçadores como os tubarões brancos comem de tudo, desde peixes maiores até focas e carcaças de baleias. Outras espécies se alimentam de pequenos crustáceos, caranguejos, lagostas, lulas e moluscos de grandes profundidades.

Talvez o mais famoso por sua voracidade e oportunismo seja o tubarão-tigre. Já foram encontradas todo tipo de coisas no estômago destes tubarões: placas de carros, rodas, galões de gasolina, correntes e outros objetos fabricados pelo homem, assim como uma grande variedade de iguarias naturais, como serpentes marinhas, tartarugas e até aves marinhas.


Dados

Foto: DCL

1. Existem mais de 400 espécies diferentes de tubarões. De todas elas, a metade mede entre 15 e 91 centímetros de comprimento; mais de 80% de todos os tubarões são menores que os seres humanos. Menos de 5% deles são de tamanho gigante, como o tubarão branco, o tubarão-baleia e o tubarão-peregrino, que podem medir entre 3,60 e 13,70 metros.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

2. Apesar de sua fama assustadora, a verdadeira ameaça que assombra os tubarões é o homem: a exploração excessiva, o corte das barbatanas e a destruição de seu habitat são uma ameaça real às populações de tubarões. A quantidade de tubarões-martelo diminuiu 89% durante as últimas duas décadas.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

3. A pele do tubarão, da cauda até a cabeça, é extremadamente áspera, pois é composta por dentículos dérmicos, feitos do mesmo material que os dentes. Ao longo da história humana, muitas culturas usaram a pele do tubarão como lixa.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

4. Os tubarões podem perder até 1000 dentes por ano. Eles são substituídos constantemente ao longo de sua vida.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
5. Muitos tubarões podem ver cores. Além de visão excelente, a maioria possui audição e olfato muito aguçados. Possuem uma capacidade sensorial singular para detectar correntes elétricas, por meio de poros repletos de gel denominados ampolas de Lorenzini.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6. Os tubarões não possuem ossos em seu corpo. Seus esqueletos são feitos de cartilagem.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

7. A pele do tubarão-azul fêmea tem quase o dobro da gordura da de um macho. Ela oferece proteção durante o selvagem processo de acasalamento.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

8. O cação-espinho é um dos tubarões mais longevos, e chega a viver entre 70 e 100 anos de idade.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
9. A boca do tubarão-baleia pode medir dois metros de largura, apesar de se alimentar principalmente do diminuto plâncton.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

10. Os tubarões possuem a capacidade de aprender comportamentos induzidos. Em um aquário, podem ser condicionados a atingir objetos coloridos para receber alimento.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

MITO

Foto: DCL

MITO: Os tubarões não pensam.

REALIDADE: Falso. Em alguns aquários e laboratórios, tubarões foram treinados para golpear objetos coloridos e formas com o objetivo de receber alimento. Também foram condicionados para subir à superfície e se apresentar sozinhos para realizar procedimentos veterinários. Estes condicionamentos demonstram que são capazes de aprender.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

MITO: Os tubarões afundam se param de nadar.

REALIDADE: Isso é verdade para a maioria, mas não para todas as espécies. Os tubarões conseguem manter uma certa flutuabilidade, mas se param de se mover, afundam pela ausência da bexiga natatória cheia de ar, presente na maioria dos peixes vertebrados.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

MITO: Os tubarões comem indiscriminadamente

REALIDADE: Falso. A forma distinta das várias espécies de tubarões indica que possuem dietas muito especializadas. Alguns tubarões, como o tubarão-mako, possuem dentes pontiagudos e lisos para perfurar e capturar presas rápidas. Outros, como o tubarão branco, possuem dentes serrilhados para arrancar e mastigar pedaços grandes de carne. Outros possuem dentes trituradores planos, como o Heterodontus francisci, adequados para comer crustáceos e moluscos. Por último, existem dentes com funções muito específicas, como os do tubarão-tigre, que são projetados para cortar através das carapaças das tartarugas marinhas, seu prato predileto. Cada espécie possui uma dieta única, mas às vezes, podem confundir sua presa natural com alguma coisa diferente... como pneus de borracha e surfistas desavisados!

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

MITO: A população de tubarões é estável e não está ameaçada

REALIDADE: Falso. Como resultado da pesca excessiva e da captura equivocada em redes e linhas dirigidas a outras espécies, os tubarões estão em rápido declínio. Cerca de 250 mil são mortos diariamente. Algumas populações estão em franco declínio, como a do tubarão-martelo, que diminuiu cerca de 89% durante as últimas duas décadas. Como grandes predadores do oceano, os tubarões ajudam a limpar os mares, caçando peixes feridos ou doentes. Se sua proteção não for assegurada, as populações de tubarões continuarão diminuindo.






 + ARTIGOS
Entre em contato / Referente ao contéudo  

Revista Aventura e Ação # 127

Live aboard em Ilha Grande
12/5/2008

Tudo sobre tubarões

5/16/2010

Como evitar o enjôo

Algumas pessoas podem sentir uma sensação desagradável por causa do movimento, ao viajar de avião, carro ou barco
2/29/2012

Revista Aventura e Ação # 128

Ubatuba
12/9/2008

Revista Aventura e Ação # 130

Arraial na moral
12/5/2008

Revista Aventura e Ação # 131

Entrevista Com Gilson Rambelli
12/9/2008

Revista Aventura e Ação # 132

Naufrágio Victory
12/9/2008

Revista Aventura e Ação # 133

Um arquipélago inesquecível
12/5/2008

Revista Aventura e Ação # 134

Uma viagem no tempo
12/5/2008

Revista Aventura e Ação # 134

Expedição Paraty e Cunha
12/5/2008
12


Publicidades

     
Hyperion Dive & Outdoor @ 20088